Pular para o conteúdo

Publicidade


Publicidade

ATENÇÃO: ANÁLISE do Bolsa Família pode EXCLUIR mais de 100 mil pessoas do benefício; Confira se seu nome está na lista


    Publicidade

    Desde o início deste ano, o Bolsa Família passou por um processo de revisão minuciosa. Várias pessoas já foram excluídas sob a justificação de que não atendem mais aos critérios para receber o benefício. O processo de verificação ainda está em andamento, e isso tem causado preocupação entre os inscritos.

    O foco principal dessa revisão, que ocorre no Cadastro Único, são as famílias compostas por uma única pessoa, conhecidas como famílias unipessoais. Não é incorreto que pessoas que vivem sozinhas busquem o Bolsa Família, como idosos ou moradores de rua, por exemplo.

    Por que as famílias unipessoais são foco do “pente-fino” do Bolsa Família

    Tanto o Tribunal de Contas da União (TCU) quanto o governo atual chamaram a atenção para um fato curioso. No ano passado, pelo menos 22% dos beneficiários do Auxílio Brasil eram famílias unipessoais. Isso levantou suspeitas de que essas famílias estavam fornecendo informações falsas em seus cadastros para receber benefícios.

    Em 2023, quase 1 milhão de pessoas pertencentes a esse tipo de família foram excluídas do Bolsa Família. O motivo, de acordo com o Ministério do Desenvolvimento Social, é que essas pessoas não estavam mais cumprindo os requisitos necessários para receber o benefício. Portanto, precisaram ser desligadas do programa.

    Além disso, outras pessoas que não cumprirem os requisitos básicos de acesso ao programa também estão sujeitas a revisão durante esse processo. Até dezembro deste ano, as verificações cadastrais devem continuar, o que pode resultar no bloqueio ou corte de benefícios sociais.

    Quem pode ser cortado no pente-fino?

    As pessoas que podem ter seus benefícios cortados durante esse processo de revisão são aquelas que:

    • Aumentaram sua renda mensal familiar em mais de meio salário mínimo;
    • Quem elevou a renda para mais de R$ 218 por pessoa pode receber até 50% do valor do benefício, desde que respeitem o limite de meio salário mínimo;
    • Não cumprem o mínimo de frequência escolar para crianças e adolescentes;
    • Possuem dados desatualizados no Cadastro Único há mais de dois anos;
    • Não mantêm a caderneta de vacinação atualizada;
    • Gestantes que não fazem o acompanhamento de pré-natal;
    • Mulheres com até 44 anos, crianças e adolescentes que não estão cumprindo o acompanhamento nutricional.

    CadÚnico é submetido a fiscalização que assusta beneficiários do Bolsa Família

    Novas regras para famílias unipessoais

    Também estabeleceram-se novas regras para a inclusão de famílias unipessoais no Bolsa Família. Agora, limitou-se o percentual de 16% por município.

    Valores creditados para o programa

    Para aqueles que não estão cientes, o formato de pagamento do Bolsa Família sofreu alterações significativas em 2023. Neste ano, o Governo Federal implementou modificações relevantes.

    Com essa mudança, famílias com crianças de até seis anos de idade podem receber um acréscimo de R$150,00. Crianças acima dessa idade têm direito a um adicional de R$50,00. O mesmo valor também se aplica aos beneficiários do Bolsa Família que possuem gestantes na unidade familiar.

    Com base nessas informações, podemos identificar quais afortunados beneficiários receberão R$1.010,00 do Bolsa Família. Quando consideramos uma família com duas crianças em fase de primeira infância, o montante pode atingir R$900,00.

    Ao somarmos o pagamento do Auxílio-Gás, que está sendo distribuído em agosto, o valor total chega a R$1.010,00. Isso ocorre devido ao benefício ter um valor de R$110,00.

    Calendário de pagamento do Bolsa Família no mês de setembro

    Para aqueles que estão com curiosidade, é possível antever a data dos depósitos, embora não seja uma data oficialmente determinada. Considerando que as transferências normalmente ocorrem nos últimos dez dias de cada mês, vamos analisar quando ocorrerão em setembro.

    • Quem tem o final do NIS 1: 18 de setembro;
    • Quem tem o final do NIS 2: 19 de setembro;
    • Aqueles que têm o final do NIS 3: 20 de setembro;
    • Aqueles que têm o final do NIS 4: 21 de setembro;
    • Quem tem o final do NIS 5: 22 de setembro;
    • Quem tem o final do NIS 6: 25 de setembro;
    • Aqueles que têm o final do NIS 7: 26 de setembro;
    • Aqueles que têm o final do NIS 8: 27 de setembro;
    • Quem tem o final do NIS 9: 28 de setembro;
    • Quem tem o final do NIS 0: 29 de setembro.

     

    Fonte:

    Aguarde um momento…

    0