Os brasileiros que precisam atualizar as informações do Cadastro Único (CadÚnico) o mais rápido possível receberam um prazo adicional para essa tarefa. O Ministério da Cidadania anunciou nesta quinta-feira, 13, que seria prorrogado por mais 30 dias no período anterior. A verificação dos dados é essencial para evitar o cancelamento ou suspensão de benefícios sociais como o Auxílio Brasil.

Antes de o governo anunciar a prorrogação do prazo, era possível ver filas e confusão em todo o país devido ao grande número de pessoas que adiaram a atualização para o último minuto. Até então, o prazo para a revisão de registros sem alterações há mais de dois anos estava marcado para esta sexta-feira, 14. Agora, o prazo foi estendido para evitar mais tumultos.

Resumindo: Para não bloquear o Auxílio Brasil, o prazo foi prorrogado por mais 30 dias a partir de 14 de outubro de 2022. Famílias com cadastro desatualizado desde 2016 ou 2017 devem se dirigir aos postos de atendimento.

CadÚnico / Benefícios

Baixe nosso aplicativo. Clique na imagem abaixo ⤵

Atualmente, o CadÚnico é a principal ferramenta do governo para envolver as famílias de baixa renda nos principais programas sociais como o, entre muitos outros.

Veja abaixo uma lista de alguns benefícios que exigem que as informações da família sejam incluídas no banco de dados do governo:

  • ID Jovem;
  • Carteira do Idoso;
  • Programa Bolsa Verde;
  • Programa Auxílio Brasil;
  • Programa Casa Verde e Amarela;
  • Isenção de Taxas em Concursos Públicos;
  • Programa Tarifa Social de Energia Elétrica.

Fonte da listagem acima: Edital Concursos Brasil.

PRORROGAÇÃO do prazo de atualização do CadÚnico em 30 dias
Imagem: FDR.

Atualização é obrigatória

Os cadastrados no CadÚnico devem atualizar seus dados pessoais a cada dois anos ou sempre que houver alteração nos dados familiares. Os convocados para estudar e verificar as informações devem entrar em contato com uma central de atendimento do CadÚnico na comunidade ou com um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS).

Essa exigência no cadastro é importante para garantir a veracidade dos dados e garantir que as informações registradas reflitam a realidade das famílias. Sem atualizá-los, os benefícios que utilizam o banco de dados do governo como gateway podem ser suspensos ou até mesmo cancelados.

Para verificar o status dos dados, o responsável pela família só precisa baixar ou acessar o site do aplicativo CadÚnico. Na consulta é possível saber se os dados estão em fase de investigação ou exame cadastral, que são os que precisam regular os registros.

Por fim, curtiu esta matéria? Então deixe seu comentário abaixo e compartilhe com seus amigos e familiares.