Pular para o conteúdo

ÓTIMA NOTÍCIA: Participantes do CadÚnico já têm acesso a uma NOVA opção de crédito!

    Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) é uma ferramenta fundamental do governo brasileiro para a identificação e registro de famílias de baixa renda e indivíduos em vulnerabilidade social. Através deste cadastro, o governo pode direcionar uma variedade de benefícios e programas sociais aos que mais necessitam.

    Recentemente, surgiu uma novidade animadora para os inscritos no CadÚnico: a introdução de uma nova modalidade de crédito através do Programa Acredita.

    Programa Acredita: Microcrédito para Famílias de Baixa Renda e Microempreendedores Informais

    O Programa Acredita foi criado como uma solução essencial às necessidades econômicas e sociais do Brasil, oferecendo uma chance promissora para os participantes do CadÚnico, incluindo microempreendedores informais.

    Com um aporte inicial de R$ 1 bilhão, o programa é um forte compromisso do governo em impulsionar o desenvolvimento econômico e social do país.

    Focando em famílias de baixa renda e empreendedores informais, o Acredita tem como objetivos combater a desigualdade e fomentar a inclusão financeira, permitindo que esses grupos acessem recursos para investir em seus próprios negócios e melhorar suas condições de vida.

    O programa também prevê a geração de até R$ 12 bilhões em crédito, criando um impacto significativo no crescimento econômico, na geração de empregos e na fortificação da economia brasileira.

    O que é o Programa Acredita?

    Programa Acredita é uma iniciativa do governo federal que oferece microcrédito a pessoas em situação de vulnerabilidade socioeconômica, especialmente as cadastradas no CadÚnico.

    Seu principal objetivo é promover a inclusão financeira e estimular o empreendedorismo, fornecendo capital para que essas pessoas possam investir em seus negócios e elevar sua qualidade de vida.

    Condições para Solicitação de Microcrédito

    Os beneficiários do Programa Acredita podem solicitar até R$ 21 mil em crédito, limitado a R$ 80 mil, o que corresponde a 30% do faturamento anual permitido para Microempreendedores Individuais (MEI).

    Essa flexibilidade oferece uma oportunidade significativa para potencializar negócios e expandir atividades empreendedoras.

    Para aplicar, os interessados devem estar cadastrados no CadÚnico e fazer a solicitação através do site oficial do governo.

    Apoio aos Empreendedores do CadÚnico

    Além do acesso ao crédito, o Programa Acredita oferece suporte contínuo aos empreendedores, incluindo cursos de capacitação profissional em parceria com o Sebrae.

    Esses cursos visam aprimorar a gestão empresarial e aumentar as taxas de sucesso nos negócios.

    O programa também conta com a criação de um Fundo Garantidor de Operações (FGO), que cobre 100% dos créditos contratados, removendo a necessidade de avalistas ou garantias adicionais.

    Perspectivas Futuras do Programa Acredita

    Com a implementação do Programa Acredita, estima-se a realização de cerca de 1,25 milhão de operações de microcrédito até 2026, injetando mais de R$ 7,5 bilhões na economia brasileira.

    Essa iniciativa não só promove o empreendedorismo, como também contribui significativamente para o desenvolvimento socioeconômico do Brasil, oferecendo uma oportunidade única de crescimento para aqueles que, frequentemente, são excluídos do sistema financeiro tradicional.

    O que é o Programa Acredita?

    Programa Acredita, lançado em abril de 2024 pelo Governo Federal, é um conjunto de medidas que visam fortalecer a economia brasileira e promover a inclusão social.

    O programa oferece diversas linhas de crédito com taxas de juros atrativas para micro e pequenos empreendedores, famílias em situação de vulnerabilidade e pessoas inscritas no CadÚnico.

    Objetivos do Programa Acredita:

    • Gerar emprego e renda: O programa visa estimular a criação de novos negócios e a geração de empregos, impulsionando a economia e reduzindo o desemprego.
    • Reduzir a desigualdade social: Ao facilitar o acesso ao crédito para micro e pequenos empreendedores e famílias de baixa renda, o programa busca promover a inclusão social e reduzir as desigualdades.
    • Promover o desenvolvimento econômico: O Acredita contribui para o desenvolvimento econômico local e regional, impulsionando o crescimento de empresas e gerando renda para as famílias.

    Linhas de crédito do Programa Acredita:

    • ProCred 360: Linha de crédito direcionada a micro e pequenas empresas, com taxas de juros a partir de 3,6% ao ano e prazos de pagamento de até 36 meses.
    • Microcrédito Orientado: Linha de crédito direcionada a pessoas em situação de vulnerabilidade, com taxas de juros a partir de 1,99% ao ano e prazos de pagamento de até 48 meses.
    • Crédito Consignado: Linha de crédito com desconto direto na folha de pagamento, disponível para servidores públicos, aposentados e pensionistas do INSS.

    Como acessar o Programa Acredita:

    • Acesse o site do Ministério da Economia.
    • Consulte a lista de instituições financeiras participantes.
    • Escolha a instituição financeira de sua preferência: Compare as taxas de juros, prazos de pagamento e outras condições antes de escolher a instituição.
    • Reúna os documentos necessários: RG, CPF, comprovante de renda, comprovante de residência e outros documentos específicos de acordo com a linha de crédito escolhida.
    • Envie sua solicitação: Acesse o site da instituição financeira escolhida e siga as instruções para solicitar o crédito.

    Fonte: Caroline Falcão/ obolsafamilia.com