Daqui a alguns meses o Governo Federal vai começar os pagamentos do novo Bolsa Família. O programa, que deve passar a se chamar Auxílio Brasil, deverá atender algo em torno de 17 milhões de pessoas. Neste momento, muita gente está dizendo que quer entrar no projeto novo a partir do próximo mês de novembro.

Algumas dessas pessoas estão especialmente preocupadas neste momento. São cidadãos que alegam que tiveram bloqueios no Bolsa Família. Esses brasileiros querem saber o que fazer para voltar ao programa e tentar entrar no Auxílio Brasil a partir de novembro. E o fato é que para esses usuários vai ser preciso ter pressa.

Quem está com o benefício em situação de bloqueio precisa se dirigir até o Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) da cidade. Todos os municípios possuem uma ou várias sedes a depender do tamanho da população. O ideal é ir até lá e procurar saber o que aconteceu. Certamente o atendente vai olhar os dados do cidadão.

Logo depois, esse atendente vai explicar o que aconteceu com a conta dessa pessoa. Assim, ele vai dizer o que esse cidadão vai precisar fazer para conseguir retomar os pagamentos. Na grande maioria dos casos, esses bloqueios acontecem justamente por causa de algum problema nos dados desse indivíduo.

Então, é de se imaginar que esse cidadão vai conseguir resolver isso com uma simples atualização dessas informações. É preciso fazer isso com certa pressa. Isso porque não se sabe quando o Governo pode começar a selecionar as pessoas que irão receber o dinheiro do programa em questão.

Novo Bolsa Família

De acordo com membros do Governo Federal, o novo Bolsa Família deve entrar em cena a partir do próximo mês de novembro. Os valores e a quantidade de beneficiários que irão receber o dinheiro do projeto ainda são dúvidas mesmo dentro do Palácio do Planalto.

Recentemente, o próprio Presidente Jair Bolsonaro foi até o Congresso Nacional para entregar pessoalmente o texto da Medida Provisória (MP) do programa. Aliás, quem recebeu o documento foi o Presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL).

De acordo com informações de bastidores, o mais provável é que o valor médio do novo programa suba dos atuais R$ 189 para R$ 300. Além disso, a tendência é que o número de usuários cresça de 14,7 para 17 milhões. Tudo isso, no entanto, ainda depende de uma confirmação oficial do poder executivo.

Pandemia não acabou

Infelizmente, ainda não há a possibilidade de resolver os bloqueios do Bolsa Família pela internet. Dessa forma, a melhor maneira de solucionar isso é mesmo indo até uma sede do CRAS. Então o jeito é ter muito cuidado ao sair de casa.

É que vale sempre lembrar que a pandemia do novo coronavírus ainda não chegou ao fim. Mesmo as pessoas que tomaram as duas doses da vacina contra a Covid-19 precisam seguir tomando todos os cuidados. Isso inclui o uso constante do álcool em gel e máscara, que ainda é um item obrigatório em todos os estados do país.

De acordo com dados de secretarias de saúde do país, o Brasil acabou de ultrapassar a marca dos 570 mil mortos em decorrência da doença. Mesmo com a vacinação em massa, é muito provável que esse número cresça.

Fonte: Notícias Concursos