Pular para o conteúdo

BOLSA FAMÍLIA: Saiba como não correr o risco de perder seu BENEFÍCIO

    Como é de conhecimento geral, o Governo Federal tem como um de seus deveres ofertar benefícios e programas sociais que tendem a atuar diretamente na situação de cada um dos cidadãos brasileiros. Isto é, considerando as necessidades acerca da população.

    Desse modo, para que seja possível ofertar os benefícios de forma justa, o Governo precisa verificar a situação cadastral de cada cidadão no seu banco de dados. Acontece, no entanto, que tendo em vista o anúncio da volta do Bolsa Família e a concessão de diversos outros pagamentos, o Governo anunciou um novo pente-fino no sistema.

    Esse pente-fino poderá fazer com que milhões de pessoas tenham seu benefício suspenso. Isto é, estejam impossibilitadas de receber as parcelas futuras de determinado benefício. Desse modo, é de suma importância entender como esse pente-fino está funcionando, bem como o que deve ser feito para evitar o veto.

    Novo pente-fino pode vetar cadastro dos cidadãos

    Bem, antes de mais nada, a primeira coisa a ser feita é justamente entender como esta funcionando o novo pente-fino, que está em vigor desde o início de fevereiro, para que assim fique mais fácil e claro o processo necessário para evitar o veto definitivo das parcelas.

    Para início de conversa, como dito anteriormente, para que o Governo Federal possa fornecer diversos benefícios à população brasileira, é necessário analisar a situação de cada cidadão através do banco de dados do Governo. Isso porque é através desse banco de dados que torna-se possível identificar as necessidades de cada um.

    O que acontece, no entanto, é que um alto número de indivíduos acaba forjando os dados dispostos nesse banco de dados. Desse modo, em razão dessas situações de irregularidade, parte dos beneficiários recebem o benefício de forma indevida, impedindo que aqueles que realmente precisam tenham acesso às parcelas.

    Tendo como objetivo encerrar esse tipo de conduta, o Governo Federal anunciou um novo pente-fino no sistema de dados. Melhor dizendo, esse pente-fino tende a vetar todos os repasses irregulares, garantindo a segurança do sistema em questão.

    Saiba como não perder seu benefício

    Antecipadamente, vale dizer que o novo pente-fino acontecerá através do CadÚnico (Cadastro Único). Além disso, o foco dos vetos está, atualmente, no Bolsa Família, tendo em vista a volta do programa. No entanto, uma vez que o cadastro de determinado cidadão for suspenso, ele perde o direito a todos os outros benefícios ofertados pelo CadÚnico.

    Sob essas informações, cabe dizer que existem algumas etapas que podem fazer com que determinados beneficiários fiquem de fora do veto das parcelas. Mais especificamente, de acordo com o Governo Federal, o veto estará destinado para os seguintes grupos:

    • Os que estão com os dados desatualizados no sistema;
    • Para aqueles que não atualizarem os dados após a solicitação;
    • Para aqueles que mesmo atualizando os dados, não seguem as condições propostas.

    Assim sendo, é de suma importância que todo e qualquer cidadão que possua cadastro no sistema do CadÚnico realize imediatamente a atualização dos dados dispostos. Isto pode ser feito através do aplicativo do CadÚnico (bityli.com/UoGfXHK).

    Feito isso, a próxima e última etapa consiste em acessar a aba de atualização de dados e alterar as informações dispostas em cada espaço solicitado.

    Por fim, vale dizer que para quem preferir, também é possível realizar a atualização do cadastro do benefício de forma presencial. Para isso, é necessário apenas dirigir-se até um posto do CRAS (Centro de Referência em Assistência Social).

    Fonte: Vitória Marques / pronatec.pro.br