Cerca de R$ 23 bilhões estão esperando pelos seus donos. As cotas do PIS/Pasep podem ser sacadas por trabalhadores que faziam parte das regras antigas do benefício. Veja como consultar os valores e quem pode sacar o dinheiro.

Lembrando que as cotas do PIS/Pasep não devem ser confundidas com o abono salarial do PIS/Pasep. O segundo é um valor repassado anualmente aos trabalhadores que exerceram atividades de trabalho formais no ano-base do pagamento. Já o primeiro caso – cotas do PIS/Pasep – é uma liberação única somente para algumas pessoas.

Quem pode receber o PIS/Pasep esquecido

De acordo com o governo federal, as cotas do PIS/Pasep podem ser sacadas pelas pessoas que trabalharam entre 1971 e 1988 em empresas privadas com carteira assinada ou em órgãos públicos. Além disso, é preciso que o saque do dinheiro não tenha sido feito.

Baixe nosso aplicativo. Clique na imagem abaixo ⤵

O recurso ficará disponível até o dia 01 de julho de 2025. Se não for sacado, voltará para os cofres da União e poderá ser utilizado pelo governo. Caso a pessoa, dona da cota, já tenha falecido, o herdeiro legal poderá solicitar o valor.

Como consultar o dinheiro

Geralmente, o PIS, voltado aos trabalhadores da iniciativa privada com carteira assinada, é pago pela Caixa Econômica Federal e o Pasep, para servidores públicos, é repassado pelo Banco do Brasil.

No entanto, as cotas do PIS/Pasep estão sendo distribuídas somente pela Caixa. Isso se deve ao fato do dinheiro ter sido absorvido pelo Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Como o banco é o responsável pelo fundo, o dinheiro das cotas também passou a ser sua responsabilidade.

Portanto, caso a pessoa queira consultar se tem direito aos repasses, basta fazer o download do aplicativo do FGTS (Android e iOS) e verificar sua conta. Quem não possui acesso à internet pode consultar as cotas do PIS/Pasep em qualquer agência da Caixa Econômica Federal. É só levar um documento de identificação.

Fonte: concursosnobrasil.com