O governo federal deve anunciar nos próximos dias a prorrogação do auxílio emergencial até setembro, com valor médio das parcelas em R$ 250. O Palácio do Planalto se apoia nos pedidos de governadores e pressão de parlamentares que afirmam acreditar em mais de 70% da população imunizada em três meses.

A decisão ainda aumenta o tempo da equipe dos ministérios da Economia e Cidadania em planejar a reformulação do Bolsa Família , com valores médios parecidos com o auxílio emergencial. Membros do alto escalão do governo acredita que as mudanças no benefício podem ser um ponto positivo para Jair Bolsonaro na disputa das eleições do próximo ano.

No entanto, especialistas veem a possibilidade de a vacinação não se concretizar e aumentar a pressão contra o Planalto para a renovação do auxílio até dezembro. A equipe econômica já trabalhava com a possibilidade, considerando que os valores são contabilizados fora do Teto de Gastos.

Baixe nosso aplicativo. Clique na imagem abaixo ⤵

O pagamento da nova rodada do auxílio emergencial começou em abril, divididos em quatro parcelas entre R$ 150 e R$ 375. Os depósitos se encerram em julho.

Fonte: Brasil Econômico – iG