A Caixa Econômica Federal distribuirá no próximo mês uma quota do lucro de R$ 8,5 bilhões registrado pelo Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) em 2020. A quantia exata para os 83 milhões de cotistas do Fundo de Garantia ainda não está definida.  A determinação virá do Conselho Curador do FGTS e será anunciada nos próximos dias.

O que se sabe ao certo é que o valor distribuído será menor do que o pago no ano passado, podendo chegar a R$ 5,9 bilhões.

Os trabalhadores que têm direito ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) podem receber o lucro, conforme o percentual estabelecido pelo Conselho Curador do FGTS.

Como é realizada a distribuição?

Baixe nosso aplicativo. Clique na imagem abaixo ⤵

O trabalhador só tem acesso ao lucro do Fundo de Garantia em casos de demissão sem justa causa, aposentadoria, compra de imóveis ou se foi optante do saque aniversário. Sendo assim, se ele não utilizar o Fundo para nenhuma dessas situações, o lucro passa a ser patrimônio líquido do Fundo de Garantia.

Para este dinheiro não ficar parado nas contas, a Caixa Econômica, responsável por arrecadar o FGTS, o utiliza para realizar empréstimos na compra de imóveis, investimentos em saneamento, entre outros serviços.

Os juros destes empréstimos são taxados como lucro e, portanto, devem ser repassados ao trabalhador.

Estimativa para 2021

No ano passado, o valor distribuído aos trabalhadores com conta no Fundo de Garantia foi de R$ 7,5 bilhões, o equivalente a 66,3% do lucro de 2019. Neste ano, como a rentabilidade encolheu cerca de 25%, a quantia a ser distribuída deverá, pelo menos, garantir a correção monetária dos valores pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

O resultado financeiro das operações do FGTS, em 2020, que foi realizado em junho pelo Conselho Curador do Fundo, foi R$ 2,8 bilhões. Porém, este valor foi inferior ao lucro de R$ 11,3 bilhões registrado em 2019.

O valor exato para este ano ainda não está fechado. A estimativa dos consultores tributários é que se a base de cálculo for o IPCA, 70% do lucro do FGTS será repartido para o trabalhador. Isso dá um total de R$ 5,9 bilhões. O Conselho Curador do Fundo de Garantia tem até o fim deste mês para decidir o valor do lucro do FGTS que será distribuído aos trabalhadores.

Portanto, vamos aguardar e ficar atentos para saber qual será o valor a ser depositado nas contas do FGTS de cada trabalhador brasileiro neste ano de 2021.

Fonte: Jornal Contábil