O Governo Federal conseguiu mais uma vitória na  Câmara dos Deputados aprovando a PEC que aumenta o teto dos gastos. Essa medida será fundamental para colocar em prática o Auxílio Brasil. Mas para as famílias participarem é preciso estar inscritas e com os dados atualizados no Cadastro Único. O Cadastro Único é um registro para identificar as famílias de baixa renda existentes no país. Essa ferramenta permite que o governo tenha acesso a informações como a identificação de cada pessoa, escolaridade, situação de trabalho e renda, residência e utilize os dados para seleção e inclusão das famílias em programas sociais do governo federal.

Entre os benefícios que exigem o CadÚnico estão o Programa Bolsa Família, Tarifa Social de Energia Elétrica, Programa Minha Casa Minha Vida, isenção de taxa em concursos públicos, entre outros.

Como mencionamos, o CadÚnico será a principal forma para poder participar do Programa Auxílio Brasil, criado pelo governo federal para substituir o Bolsa Família. O Auxílio Brasil está previsto para iniciar em novembro de 2021, após o fim do pagamento da prorrogação do Auxílio Emergencial.

Baixe nosso aplicativo. Clique na imagem abaixo ⤵

Mas como saber se a sua inscrição no Cadastro Único está atualizada? Acompanhe a leitura.

Consulta ao Cadastro Único

Para saber se seus dados estão corretos no CadÚnico a consulta pode ser feita pelo site do Ministério do Desenvolvimento Social em “ Consulta Cidadão Cadastro Único”. Será necessário preencher nome completo, data de nascimento e nome da mãe.

A consulta pode ser feita também pelo aplicativo de celular Meu CadÚnico ou por telefone ligando para 0800 707 2003. A ligação é gratuita e deve ser feita de um telefone fixo das 7h às 19h, de segunda a sexta-feira, e das 10h às 16h durante os finais de semana e feriados.

Caso  você precise emitir o comprovante de cadastramento no CadÚnico este pode ser feito pela internet, no site “ Consulta Cidadão Cadastro Único”, pelo celular baixando o aplicativo Meu CadÚnico ou de forma presencial no posto de cadastramento, CRAS ou prefeitura.

Caso os dados também estejam desatualizados, será necessário se encaminhar ao CRAS para colocá-los em dia.

Quem pode se inscrever no Cadastro Único ?

Podem se inscrever no cadastro, quem comprovar:

  • Ter renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa (R$ 550,00); ou
  • Ter renda mensal familiar total de até três salários mínimos (R$ 3.300,00); ou
  • possuir renda maior que três salários mínimos, desde que o cadastramento esteja vinculado à inclusão em programas sociais nas três esferas do governo.

Dica Extra do Jornal Contábil: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social.

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana? Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática:

Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise.

Fonte: jornalcontabil.com.br