A Caixa Econômica Federal segue uma modalidade de crédito batizada por SIM Digital, que pode ser solicitada diretamente pelo aplicativo Caixa Tem.

O diferencial desse microcrédito é a possibilidade de concessão para quem tem o nome sujo. Entretanto, existem algumas condições que precisam ser atendidas.

Pensando nisso, elaboramos este artigo, para que você saiba quais são os critérios avaliados que permitem a concessão do empréstimo.

Critérios para o microcrédito do Caixa Tem

É importante que você conheça quais são os pontos avaliados pela Caixa quando você der entrada na sua solicitação de crédito, e basicamente, são 5 pontos a serem observados:

1. Perfil de empreendedor

O SIM Digital tem uma categoria solicitada diretamente pelo Caixa Tem, voltada para as pessoas físicas. A outra categoria é para quem atua como microempreendedor individual (MEI).

Para uma ou outra, é preciso que o objetivo do cidadão seja empreender e investir no seu trabalho por conta própria.

Dessa forma, se esse não for o seu objetivo, a resposta será de que não se enquadra no programa neste momento.

2. Negativados podem ter crédito, mas a dívida não pode passar de R$ 3.000

A modalidade permite que se tenha restrição no nome, no entanto, não será concedido para o cidadão que tenha mais de R$ 3.000 em dívidas até o dia 31 de dezembro de 2022.

3. Renda mínima é requerida

É preciso que o solicitante tenha renda mínima, formal ou informal, de R$ 200 para ser elegível ao empréstimo pelo Caixa Tem.

4. Atualização do app Caixa Tem

Crédito CAIXA Tem

É necessário ainda fazer uma atualização no aplicativo Caixa Tem. A partir desse procedimento, o usuário passa a ter uma Poupança Digital+, e somente então, deve seguir para a etapa de atualização do cadastro.

Com os dois passos realizados, é preciso aguardar o prazo de validação do banco para então solicitar o empréstimo.

E aqui cabe uma orientação: se der erro na sua primeira tentativa, insista. Isso porque diversos leitores do Brasil 123 reportaram erro no procedimento de atualização, que só foi contornado após diversas tentativas.

5. Período de atividade MEI

Para os microempreendedores individuais (MEI), é preciso que seja comprovado o período mínimo de 12 meses de atividade para ser aprovado. Ainda mais, é necessário ter uma conta bancária na Caixa Econômica Federal.

Além disso, é preciso ressaltar que a contratação não é feita pelo Caixa Tem, e sim diretamente em uma das agências do banco.

Faixas de valores pelo Caixa Tem e na agência

Cabe destacar que os valores e condições mudam conforme a modalidade:

  • Para pessoa física o valor fica entre R$ 300 e R$ 1.000, com taxa de juros a partir de 1,95% ao mês e parcelamento em até 24 meses;
  • Para pessoa jurídica, os valores de contratação vão de R$ 1.500 a R$ 3.000, com parcelamento em até 24 meses e taxa de juros a partir de 1,99% ao mês.

Fonte: /brasil123.com.br